segunda-feira, 23 de maio de 2016

Anatomia de uma meias




Não posso dizer que seja muito experiente a tricotar meias, mas já fiz uns quantos pares.

Já as tricotei com 5 agulhas, com agulhas circulares e com as mini circulares.

À excepção dos dois pares que fiz em tamanho criança, todas as outras foram tricotadas com o mesmo numero de malhas - 60.


Umas do direito e em meia, outras do avesso e em liga. Com agulhas de 2 ou 2,5 mm.
Sei que quando tricoto em liga, tenho tendência a deixar o ponto mais largo que em meia.

Já cheguei a umas quantas conclusões, sobre o meu modo preferido de o fazer, e sobre as diferenças no produto final.

Estas, que foram as ultimas do desafio de Março, foram tricotadas do lado do avesso, em liga, com agulhas 2,00 mm.

A que conclusão cheguei?
O meu método preferido, é tricotar em meia, do direito e com agulhas 2,5 mm - as minhas mini circulares.
As meias ficam-me justas, sem que fiquem apertadas.
Em versão soquete, porque não gosto delas altas - quando dobradas pelo calcanhar já alcancei a biqueira, é altura de começar o cós (ver foto)

Qual o teu método preferido para tricotar?
Soquetes ou pelo joelho?
Como são as tuas meias ideais?






sábado, 21 de maio de 2016

Luz





Foi esta luz, este pôr do Sol o responsável por a minha casa ser exactamente aqui.

São fugazes minutos por dia, mas que me enchem a alma.



segunda-feira, 16 de maio de 2016

A Rotas das Linhas do Porto na contagem decrescente




A "nossa" primeira Rota das Linhas em Lisboa soube-nos a pouco. Foram poucas semanas depois que falamos em repetir o encontro. Mail para cá, mail para lá, o próximo seria no Porto, a terra da Ana.
Parecia que faltava ainda tanto tempo, e é já daqui a duas semanas.

Muitas de vocês nos disseram que gostariam de ter participado. Ora bem, desta vez decidimos abrir o "evento" a quem se queira juntar.

A Ana é uma querida e elaborou o "programa"




Porque eu e a Paula vamos de Lisboa e a Naná de Faro, o avião não espera por nós, nem nós queremos deixar nada para trás.
Ás 10h é a hora que prevemos encontrar-nos no Metro da Trindade, podes acompanhar-nos o dia inteiro ou juntar-te a nós em qualquer paragem (mas não nos peças para esperar...).

Um conselho da Ana - calçado confortável (que as calçadas do Porto são mais irregulares que as de Lisboa).

Juntas-te a nós?
É de hoje a 15 dias...





quarta-feira, 4 de maio de 2016

160 ■ ♥ ■ ♥





Depois do último quadrado acabado, foi "testada".

Lá ficou, do avesso e de pontas por rematar...



sábado, 23 de abril de 2016

A vida real




Demasiado tempo desde a última vez que aqui escrevi.

Parece-me (tenho a certeza) que desde carreguei pela primeira vez no botão publicar neste blog nunca tinha estado tanto tempo sem "novidades".

A vida real (e a profissional) tem abalroado por completo a minha vida virtual e criativa.

Sabem aquelas alturas em que não nos importamos de ter mais "trabalho" no imediato a pensar que no médio e longo prazo ficaremos mais libertas?
E quando depois desse "esforço" ficamos ainda com mais trabalho?

E quando todas aquelas pequenas coisas que podem correr bem, correm mal?

Nada de grave.
Nada de muito importante, mas que nos desorganiza, nos altera as rotinas, nos rouba o tempo para aquilo que gostamos de fazer.
Diz o ditado que "não mata, mas mói", e é bem verdade.

As minhas ultimas Meias de Março (que só foram acabadas em Abril) continuam com as pontas por rematar...

A manta que tem acompanhado os meus serões, tem avançado tãaaaaaaaaoooooo lentamente...


Se há dias (noites) em que consigo unir 3 ou 4 quadrados, no seguinte adormeço de agulha na mão ainda antes de completar o primeiro.

É esta a vida real.

Já ouvi dizer que quando abandonamos (ou reduzimos a presença) nas redes sociais, quem sente mais a falta somos nós mesmos. Não posso deixar de concordar, mas também é verdade que houve quem sentisse a minha falta...

Aos que que telefonaram, enviaram mensagens e mail´s, um beijo grande.

Não fugi, não me fui embora, e têm-me feito tanta falta os meus 30 minutos de linhas por dia...





sexta-feira, 1 de abril de 2016

A festa da peúga






Muito por aqui se tem falado de meias nos últimos tempos.
De eu ter aprendido a fazer meias
De eu me viciar em fazer meias
De eu adorar usar as meias que já fiz.

Quem entra num processo destes o que é que "precisa" mesmo?
De alguém que a desafie a fazer mais meias...

Falei-vos aqui no desafio Meias de Março, que acabou ontem às 23h59m, (hora dos Açores, + 1 no continente) e para o qual contribui com dois pares acabados e um quase, quase.

Quem desse lado não entrou também neste desafio, e não tem conta no Ravelry, eu posso deixar alguns dados deste desafio: 48 participantes, mais de 140 pares de meias feitas. Impressionante, certo?
E se vos disser que ouve que tivesse feito DEZ pares de meias durante o mês de Março (e todas elas lindas). Muitas com mais de cinco, Eu contribui com os meus dois pares acabados.

Depois da euforia deste mês qual era a cereja no topo do bolo?
Encontrarmo-nos todas (bem, todas é impossível, mas acredito que muitas virão) e mostrar as nossas meias.
A Festa da Peúga é amanhã na Tricot das Cinco, onde o "bilhete de entrada" é levar nos pés as meias executadas.
De lá espero trazer também o tom de azul que idealizei para o canelado deste par, que seria o terceiro do mês...

Será que é amanhã que vou finalmente conhecer algumas caras que já conheço por aqui?
Quem desse lado diz "EU VOU"?






quarta-feira, 30 de março de 2016

Rota das Linhas no Porto?




Sim, nós vamos



Dia 30 de maio, pelas ruas do Porto.
Ainda não sabemos todos os pormenores, mas se te quiseres juntar a nós, basta que me/nos envies um mail...









segunda-feira, 28 de março de 2016

A história de umas meias (em imagens)




Começamos com 2 novelos de fio em Cru


Acabamos com uns pés felizes
(parece-me que estas vão ser "roubadas" para outra gaveta que não a minha ♥♥♥)

As segundas do desafio Meias de Março 
Já comecei as terceiras, não acredito que acabe antes do mês acabar...










sexta-feira, 25 de março de 2016

Vida Real Vs Vida Virtual





Ultimamente a minha Vida Real tem abalroado a Vida Virtual.

Cheguei ao final de Janeiro, com a sensação que ainda não tinha recuperado das festas.
Passei o mês "aérea", um pouco à deriva do que queria fazer.
Passou-se Fevereiro, Março está quase no fim, e a sensação perdura.

Nem sempre tenho vontade de escrever, e tenho tido pouco mais para mostrar que meias.

Está a dar-me um prazer enorme tricotar meias.
Está a dar-me um prazer enorme usar meias tricotadas por mim.
Está a ser muito bom sentir o mesmo prazer, naqueles que já receberam meias tricotadas por mim.
Já vos disse que uma das amigas da M. "sugeriu" que também podia fazer umas para ela??

A Vida Real tem andado um pouco mais atribulada, mais preenchida, o que me deixa menos tempo para a Vida Virtual, não só para escrever, mas também para tricotar (esta semana foram poucos os dias em que não adormeci de agulhas nas mãos, pouco depois de me sentar no sofá...).

Esta meia, é a primeira do segundo par deste mês, para o desafio das Meias de Março, que espero ainda estrear antes do calor apertar, mas que já obteve elogios alheios... 
A ver se as consigo manter na minha gaveta, ou se voam para outra.


Boa Páscoa, poucas amêndoas mas muitos pontinhos






quinta-feira, 17 de março de 2016

O dobro do trabalho




O dobro do trabalho, ou as Meias de Março #2...


Depois de fazer um novelo de dois, tricotei um "pano" até consumir a fio necessário para o par de meias.

Para quê este "trabalho"?

Para poder tingir os dois fios em simultâneo, e assim fazer duas meias idênticas...


As meias nº 2 deste desafio  já em execução.

Estou TÃO curiosa para saber o efeito que vai criar...