domingo, 29 de março de 2015

De Faro...




 




Quem é quem?

Percebi agora que perdi mais tempo a "viver" o dia, que a "registar o dia.

Foi bom conjugar  finalmente as caras (e as vozes) aos nomes que já há muito conheço.

Foi cansativo, ir e voltar de comboio, mas eu vim de coração cheio.
Muita conversa, muita gargalhada, muita mulher junta.
Muitas prendinhas também para o Refugio Aboim Ascensão, que foram apreciadas e agradecidas.

Queres espreitar (muitas) mais fotos deste dia?
Espreita aqui.


Conseguimos aguçar-te a vontade de participar nos próximos?
a 10 de Maio no Porto
a 14 de Junho em Lisboa

Mais informações nos próximos dias



sábado, 28 de março de 2015

Na mala para Faro...




É já amanhã.
O primeiro dos três Encontros de Linhas & Agulhas que estão planeados para 2015.

Parece-me que vou carregada na viagem...



Para o Refúgio, uns gorros, de menino e de menina e um saco/jogo do galo.
Uns tecidos para trocar por uma lãs - a seu tempo falarei disso.
Umas meadas recém pintadas para vos "tentar".
Um miminho para ser sorteado pelas participantes do Encontro
Na bagagem vai ainda uma manta de bebé, que espero ter tempo de acabar pelo caminho, ou durante o encontro.

Lembram-se de ter falado, que quem não podia ir aos Encontros poderia na mesma participar com ofertas?

Das amigas da minha Mãe...
 Uma mantinha de bebé e dois pares de botinhas

 Uma mantinha de bebé, um gorro, e uma fralda bordada.

Mas porque as crianças não precisam só das coisas que realmente precisam...
 Da amiga Ana (das reciclagens), um jogo do galo e um mikado, feitos sob a "orientação" do seu filho.

De outra Ana, uma boneca que fará certamente as delicias de alguma menina.

Ainda hoje chegará também a contribuição da Paula, que embora não possa ir a Faro, não quis deixar de contribuir para a alegria de algumas crianças.


E desse lado, quem vai a Faro?

Estou desejosa de vos conhecer cara-a-cara.


Não podes ir a Faro?
Eu depois venho cá contar tudo...





segunda-feira, 23 de março de 2015

Aceitam-se sugestões





Hoje o serão está reservado para voltar a colocar as mãos luvas nos corantes.

Que cores sugeres?




sexta-feira, 20 de março de 2015

Post nº 500




A passagem pelo post nº 500, foi perfeita para passar a palavra.


Hoje o post foi escrito a outras mãos, e com sotaque do outro lado do Atlântico.


***
Parabéns pelos 500


Não me lembro como cheguei aqui... Provavelmente cativada pelo nome - Pontinhos ao Vento - , em algum comentário, em algum blog que sigo.
Não interessa o vento que me trouxe, importa é que me instalei e virei freguesa.

Me encantei pelas poucas palavras que dizem tudo, pelo visual "clean" do blog, pelas lindas fotos, pelos trabalhos da dona.


Imaginei o vento curioso (como eu) entrando pelas janelas da casa e chegando até aquela impecável e florida área de serviço... ando até pensando em convidar a Maria para vir me visitar e dar um jeito na, daqui de casa, que está sempre revirada...

"Espreito" (já estou até usando palavras de Portugal...) a menina adolescente, imagino suas pirraças e certezas desesperantes...

Juntando tudo isso aí ainda tem as viagens pelos crochês da moça Maria. É bom demais poder vê-los, e imaginar o perfume que eles certamente exalam.

E a casa da aldeia então? Que delicia foram as férias por lá...

Um dia, a moça me descobriu. Foi no dia que contei que eu fazia 60 anos. E daí, a gente virou meio comadre, estamos sempre nos visitando, palpitando, parando para um dedinho de prosa (como dizemos aqui nas Minas Gerais).

Parabéns pelos 500 posts, moça Maria! 500, com qualidade , não é coisa para amadores!


***


Reconhecem este "sotaque"?
Obrigado Egléa, sinto-me honrada com tão simpáticas palavras.




quarta-feira, 18 de março de 2015

Salmão, rosa e cru





Das últimas compras, as primeiras cores a serem "transformadas" foram um lindíssimo matizado em tons de salmão, que (digo eu) fica muito bem conjugado com o rosa e o cru.


Em que se transformaram?


Em saquinhos de cheiro a alfazema, estojos / bolsas, um colar, e ainda uns copos porta-velas.
Houve também um caderno nos mesmos tons, mas foi "requisitado" antes de poder ser fotografado...


Gostas de alguma peça para ti?



Queres usar a palavra?








segunda-feira, 16 de março de 2015

A manta que virou xaile





Todas nós, muitas vezes, trocamos as voltas às nossas ideias iniciais.
Quantas vezes pensamos em fazer ou comprar algo para alguém, e depois por um qualquer motivo, ou talvez por uma conjugação de motivos, alteramos por completo os nossos planos?

Quando fiz esta manta ,foi com a intenção que fosse para uma bebé que estaria quase a nascer, já não me lembro do porquê, mas esta manta acabou por ir parar a um "cabaz" para sortear no lar onde o meu Avô está. Soube do sorteio, e soube também que quem o ganhou já tinha, ou estaria para ter um bebé na família. Fiquei feliz, porque a manta iria na mesma para um bebé. 
Na altura faltou-me saber que quem ganhou o cabaz sorteado ofereceu todos os bens ao lar.


O porquê desta história?
Da última vez que fui visitar o meu Avô, quando ia a entrar na sala de convívio, vejo uma "Avó" confortavelmente aconchegada na manta que eu fiz, e que agora, ora aconchega as costas nas versão xaile, ou as pernas na versão manta.
Eu fiquei com um sorriso de orelha a orelha ao ver uma peça minha a ser usada, independentemente do fim para que foi pensada.



E tu, reconheces as peças criadas por ti?
Sente-te feliz quando as vês serem realmente usadas?







sexta-feira, 13 de março de 2015

Inspiração Algodão





Algures durante o mês de Janeiro, numa das minhas visitas à retrosaria do costume, quando lá fui andavam em arrumações...
Eu ajudei.
... ou as desculpas que damos para as compras que fazemos.
Nesse dia trouxe um saco cheio de deliciosos e coloridos algodões.

Com o sol a brilhar e a temperatura a subir, eles já tomaram conta da minha mesa de trabalho.
Curiosas para saber quais foram os primeiros a saltar para as agulhas?

Se me fores visitar no Domingo à Feira de Artesanato em Setúbal (na Av. Luísa Todi) podes ver ao vivo e a cores.

Espero lá por um "Olá" teu.





terça-feira, 10 de março de 2015

Verdes & Azuis




Todas nós temos algumas cores como favoritas, no que ao vestuário diz respeito - são geralmente aquelas que mais abundam no nosso roupeiro.

Para mim, os azuis, em praticamente todos os tons, são desde sempre os meus preferidos. Conjugo-os entre si, e com outras cores de que gosto também.
Embora os "verdes" por si só raramente os use, na conjugação com os "azuis" gosto bastante.

As últimas compras do ano trouxeram para casa vários tons e várias texturas de Verdes & Azuis, ainda sem projecto definido na altura.
Embora não seja consensual o misturar várias texturas e composições diferentes de fios num mesmo trabalho, em algumas peças parece-me que são exactamente essas misturas que lhe dão um toque especial.

E afinal o que fiz em Verdes & Azuis ?




Como realçá-lo ainda mais?
Juntando-lhe um cinto.





 Foi na versão bico para a frente e com cinto que ele já foi estreado.

Gostas?
Também tu costumas misturar várias texturas e variedades de fios num mesmo trabalho?






segunda-feira, 9 de março de 2015

Preso por alfinetes





Foi assim que o meu poncho ficou uns dias, preso por alfinetes, que é como quem diz, a bloquear.


O resultado final?

Amanhã também é um bom dia para revelações...






quarta-feira, 4 de março de 2015

Um pedido especial




Se é verdade que toda a arte que é feita à mão é única e irrepetível, há peças que se tornam praticamente impossíveis de recriar e/ou repetir.

Ao ingrediente principal, que foi uma meada de lã pintada à mão, juntamos um "gosto muito" das golas de flores e a vontade de oferecer uma prenda a alguém especial.





Obrigado Ana Lúcia por ter confiado no meu trabalho.

Curiosamente, esta é a segunda gola de flores japonesas pontinhos ao vento que viaja até a Alemanha.


Gostam?

Pedidos especiais estão à distância de um email...