quarta-feira, 9 de agosto de 2017

858 Km depois




Domingo 7h30 da manhã - duas horas depois do previsto, mas à hora que o nosso corpo se deixou acordar
Saímos de casa rumo à Casa da Terra, os meus sogros mudaram-se definitivamente para lá, e nós já quase há dois anos que não os víamos...

O marido conduzia, a filha aproveitou para dormir mais um bocadinho, e eu entretive as mãos com mais um par de meias.


A viagem foi feita ora com olho nas linhas, ora com um olhar chocado pela paisagem negra do caminho...
A chagada ao destino, a meia já tinha passado o calcanhar.


Depois do almoço em família houve ainda tempo para uns pontinhos na minha sombra favorita.
Nora e sogra arranjam sempre conversa à custa das linhas. Eu trouxe de lá uma revistas novas, ela ficou encantada com as "mini" agulhas circulares para as meias, que nunca tinha visto.

Era hora da viagem de regresso.
A paisagem queimada não foi menos chocante na viagem de volta.

À chegada a casa a meia vinha quase concluída.

Ida e volta no mesmo dia?
Sim.
858 Km.
4 horas para lá, 4 horas lá, 4 horas para cá.

Os beijinhos e os abraços foram dados e os corações ficaram felizes.





1 comentário:

  1. Também costumo visitar os meus pais, na minha aldeia, numa viagem de ida e volta. São cerca de 3h para cada lado e nesse tempo tricoto meias, por ser um trabalho portátil, leve e simples para entreter a viagem. :)
    Adorei as fotos e as tuas meias estão quase prontas. Que lindas elas são!

    ResponderEliminar

Obrigado pela visita