sexta-feira, 17 de maio de 2013

Preparativos




Quando cheguei a casa com dois sacos CHEIOS de meadas para dobar, olharam-me de lado, assim como quem diz: "não penses que vou estar horas de braços no ar!!", as costas da cadeira podiam ser opção, mas preferi ir resgatar esta dobadoura antiga, e já há muito sem uso a casa da minha sogra.

Já não preciso de braços alheios nem das costas da cadeira.

Uma meada de cada vez, e ao ritmo que o trabalho exige, todas as cores por aqui vão passando.

Quem costuma também pedir uns braços "emprestados"?

Um Beijo
Maria

8 comentários:

  1. Esta ferramenta é uma autêntica relíquia :)

    Eu não valia a pena pedir ajuda, usaria as costas da cadeira como já tive que fazer uma vez.

    Mas lembro-me de adorar fazer isso, pegar nas meadas enquanto a minha mãe ia enrolando os novelos :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. também eu estive muitas vezes de braços no ar...

      Eliminar
  2. Eu, eu, eu! ;) Mas às vezes só mesmo a cadeira é que me diz não ;) Mas é um privilégio ter um tesouro desses! Há muito que não via uma!

    ResponderEliminar
  3. Usei muitas vezes os meus braçoos quando a minha mãe precisava, cansava mesmo muito... Depois ela arranjou uma máquina de tricot que vinha com uma espécie de dobadoura, como chamas, eu chamava-a sombrinha porque fechava quase tal e qual uma, mas era de plástico. Com muita pena minha essa máquina de tricot e dobadoura não chegaram às minhas mãos...

    ResponderEliminar
  4. Bom dia!!
    Vim te desejar um ótimo final de semana...
    Bjs

    Marcela

    ResponderEliminar
  5. Ahhh quem me dera ter uma "coisa" dessas!!! Normalmente ponho a meada à volta dos meus joelhos e mal ou bem lá me vou safando... :)

    ResponderEliminar
  6. Eu fazia essa dança de braços para a minha mãe... que bela recordação tive agora... Agora não tenho comprado meadas, porque voltei ao tricot há relativamente pouco tempo e tenho-me deixado encantar por novelos. Saem mais baratas assim as linhas não é?

    Cheguei a este cantinho hoje, através da Jardim de Algodão Doce :) e vou seguir!!
    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Anita, seja bem vinda e volte sempre que lhe apetecer.

      Em relação ao que têm sido as minhas escolhas, preferencialmente algodão, sai mais barato em meada.

      Eliminar

Obrigado pela visita